Rugas: quando começar a se preocupar com elas?

Rugas: quando começar a se preocupar com elas?

Linhas e marcas de expressão que surgem, naturalmente, com o passar do tempo, como um reflexo das experiências vividas e da maturidade. Há pessoas que se orgulham das rugas que têm na pele e veem com espontaneidade as marcas da idade na face. Enquanto muitas outras, ao menor indício desses sinais, procuram por um especialista para prevenir o desenvolvimento ou mesmo amenizar o aspecto de envelhecimento.

As rugas são um resultado das perdas das propriedades naturais da pele, como o colágeno, a elastina, o ácido hialurônico, entre outras substâncias, e dos hábitos mantidos ao longo da vida por cada pessoa. Apesar de, na maioria dos casos, estarem associadas ao envelhecimento, também podem ser causadas por fatores como alta exposição solar, estresse, poluição, tabagismo, contração muscular inadequada, má alimentação e consumo excessivo de açúcar. 

Para prevenir o envelhecimento precoce da pele e o surgimento das rugas, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), é importante que o paciente mantenha sempre a pele com saúde, por meio de uma rotina de cuidados como uso diário de filtro solar, limpeza adequada com a retirada total de resíduos, além do uso contínuo de hidratante.  Procedimentos dermatológicos – como peeling químico, toxina botulínica, laser e preenchimentos – também ajudam a diminuir a formação de radicais livres, a hidratar a pele e estimular a formação de colágeno e elastina. 

Em geral, cuidados específicos podem ser recomendados a partir dos 25 anos. Mas, os profissionais devem conscientizar os pacientes que não existe idade ideal para dar início à prevenção ou ao tratamento das rugas, mas sim a necessidade. 

Para uso em consultório, o Meso Ox Antiaging, da Skymedic, é indicado para peles finas com muita flacidez e perda do tônus e elasticidade, como rugas finas e moderadas. 

Processo natural

A formação das rugas acontece de maneira progressiva e natural, ocasionada por fatores internos e externos. Quando desenvolvidas, podem se apresentar em dois diferentes estágios: as rugas dinâmicas, aquelas que são notadas com facilidade, mas que não podem ser vistas quando a pele está em repouso; e as rugas estáticas, visíveis sem a necessidade de expressão facial, mais comuns em rostos maduros.

O que difere uma da outra é o grau de profundidade, que também pode ser influenciado por questões genéticas, espessura da pele e a quantidade de exposição ao sol. 

Mesmo com uma série de produtos e tratamentos anti-idade à disposição para serem indicados de acordo com a necessidade de cada paciente, é importante que o dermatologista mantenha o alerta de que as rugas não podem ser evitadas para sempre, informando que esse é um processo natural que pode ser encarado de maneira saudável se alguns cuidados forem tomados com o passar dos anos – todos visando a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida. 

A Ensofill conta com um portfólio completo com produtos que atendem a diferentes tipos de necessidades dos seus pacientes. Acesse o nosso site e confira. Para mais informações, fale com um dos nossos representantes. 

Crédito da imagem: gorodenkoff – iStock

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *