Pele seca: como auxiliar os clientes durante o inverno?

Pele seca e inverno são sinônimos para a maioria das pessoas. Nessa época do ano, o maior órgão do corpo pede por sabonetes mais suaves, hidratantes com maior poder de lubrificação e proteção, devido ao clima mais seco e frio. Sente-se falta de algo emoliente nos lábios para evitar que rachem. 

Para as mãos, especialmente para quem tem que lavá-las com frequência, ainda mais em tempos de pandemia, além de sabonetes líquidos hidratantes, cremes especiais reaplicados após as lavagens, dão grande sensação de conforto e bem-estar. Como os banhos também são mais quentes, os braços e pernas ressecam e tornam-se ásperos com mais facilidade e há necessidade de hidratá-los com mais frequência.

Todas essas dicas foram dadas pela dermatologista Ligia Kogos que, a seguir, recomenda outros cuidados para que você ofereça um atendimento eficaz aos seus pacientes durante o inverno.

Pele seca e outros cuidados durante o inverno

Segundo Ligia, cada tipo de pele requer um cuidado diferenciado:

  • Peles normais a secas tendem a ressecar mais na temporada gelada e requerem sabonetes e cremes de limpeza suaves, cremes hidratantes de dia e nutritivos à noite. 
  • Peles com poros dilatados, com tendência a cravos e espinhas, podem piorar com produtos oleosos. Nesses casos, é preciso orientar aos pacientes para realizarem uma limpeza diária caprichada com sabonetes e loções adstringentes, mesmo que, na hora, sintam sensação de repuxamento. Em seguida aplicam-se hidratantes suaves, oil free, cremes noturnos à base de vitamina C e ácidos suaves.

Cuidados no momento de indicar os produtos

A dermatologista informa que os hidratantes para o dia precisam conter filtro solar, mesmo sendo inverno, para que a proteção seja completa, visto que o sol é um dos mais importantes fatores de desgaste e envelhecimento precoce da pele.  

Além disso, mostra que a presença de silicones (dimethicones), ureia, alantoína, pantenol, ceramidas e lactatos nas formulações confere proteção extra contra a pele seca e asperezas.

“Os silicones (dimethicones) e itens similares formam películas protetoras, os chamados “filmes protetores”, que impedem a excessiva perda de água pela pele. Óleo de avelã, macadâmia e gérmen de trigo, presentes nos ingredientes ativos de hidratantes para o corpo, são muito agradáveis e potentes. Vale lembrar que para as pessoas de pele oleosa devem ser indicados produtos oil free em cremes finos, loções cremosas leves e fluidas, para não correr o risco de aparecerem espinhas, cravos e poros muito dilatados”, adiciona a médica.

Mãos e pés também merecem atenção

Além do frio, o uso excessivo do álcool em gel e da lavagem das mãos por conta da covid-19 são fatores que podem deixar a pele das mãos mais secas, chegando até ficar com zonas doloridas e com fissuras. Assim, Ligia sugere a prescrição de cremes para mãos com ácido glicólico, pois possuem um grande poder de hidratação e são altamente potentes, eliminando as asperezas e calosidades. Outras substâncias interessantes são a ureia e os os silicones (dimethicones). 

A dermatologista ainda comenta que, apesar de não estarem expostos como no verão e ficarem escondidos em botas e sapatos fechados, a pele dos pés, constituída  por uma camada externa grossa de células mortas queratinizadas, logo traduz a perda de água que ocorre devido ao clima, em descamação, rachaduras, asperezas e calosidades com sensação de ardor e incômodo. Calcanhares e pontas dos dedos recobrem-se desta pele espessa, descamada, esbranquiçada e dura e, por vezes, cheias de rachaduras.    

“Os pés também se beneficiam desses ativos mencionados anteriormente e podem melhorar muito o aspecto áspero, seco e endurecido com cremes contendo ácido salicílico”, acrescenta.

Lábios: os primeiros a sofrerem com o ressecamento

O lábio é o primeiro local a se ressecar na estação, caracterizando-se com descamação, rachaduras e até mesmo pequenas feridas que acabam gerando uma maior vulnerabilidade ao aparecimento de herpes, aftas e outras infecções, inclusive nas crianças, conforme afirma Ligia.

Desse modo, a indicação da dermatologista é aconselhar aos clientes para usarem um bom protetor labial com objetivo de aliviar o ardor, umectar e lubrificar a superfície, além de conferir maciez e aspecto hidratado e saudável. São práticos e úteis os protetores em bastão, batons incolores sem brilho exagerado, com grande poder de fixação, que podem ser usados por homens e mulheres, adultos e crianças, contendo os ingredientes mais eficientes no tratamento dos lábios. Ainda não ótimos itens para pessoas que passam muitas horas no ar condicionado. 

“Ativos como silicones especiais (dimethicones), ceramidas, vitamina E, óleos naturais, protetores solares, lanolinas, glicerinas, alantoinas, pantenol, impedem a perda de água por evaporação para o meio ambiente pela delicada superfície labial, hidratam profundamente, lubrificam, cicatrizam, regeneram as rachaduras e ferimentos também criando uma película de proteção invisível por cima dos lábios”, ressalta.

Invista nos procedimentos estéticos

De acordo com Ligia, nesse período do ano, os dermatologistas usam uma verdadeira estratégia “de guerra” contra o inverno para deixar a pele o mais próximo possível da perfeição, em tempo curto, com o mínimo de desconforto e risco, e o máximo da segurança.  

E tudo isso só é viável graças aos moderníssimos produtos e princípios ativos que permitem a resolução abreviada e perfeita dos processos de recuperação e cicatrização cutâneas.

Em clínicas dermatológicas e de estética podem ser usados nessa época esfoliações, hidratações ionizantes  faciais, peelings para refinar, estimular e promover frescor e maior penetração e retenção de água nas camadas mais profundas. De alguns anos para cá, géis delicados de ácido hialurônico, conhecidos como skin boosters, são injetados com agulhas finas em zonas especialmente secas e marcadas por rugas finas, como nas laterais da face e colo”, finaliza a médica.

Quer ter em seu consultórios os principais produtos para combater a pele seca e tratar outras condições dermatológicas? Entre em contato agora mesmo com a Ensofill. Trabalhamos com as melhores marcas do mercado para oferecer o que há de mais inovador para a sua clínica.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *