Pandemia e saúde mental: como o estresse causado pelas incertezas afeta a pele?

Pandemia e saúde mental: como o estresse causado pelas incertezas afeta a pele?

Ninguém está ileso às consequências causadas pela pandemia, que há mais de um ano vem transformando a rotina e os hábitos de todos nós. O isolamento social e as incertezas que envolvem o dia a dia e o futuro, por conta da covid-19, afetam a saúde mental e geram estresse e ansiedade nos pacientes. No corpo, é possível sentir na pele, literalmente, os sinais de todo esse desgaste emocional e mental.

De acordo com informações da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), em abril de 2020 já havia registros de surgimento ou piora das doenças psicodermatológicas, área da dermatologia que foca na interação entre as doenças de pele e a saúde mental dos pacientes. Acentuação de queda de cabelos, piora da dermatite atópica, agravamento da psoríase e a volta de manchas brancas de vitiligo que já estavam pigmentadas foram as principais queixas relatadas pelos pacientes. 

“A saúde mental e as doenças dermatológicas estão claramente associadas. Há uma ligação entre pele e mente que se explica pelo fato de existir uma origem biológica comum entre o sistema nervoso central e a pele”, afirma a Dra. Roberta Padovan, médica pós-graduada em dermatologia e medicina estética. “Podemos dizer que a pele é como um sensor, que estabelece plena ligação entre o mundo externo e o mundo interno, reagindo de forma mais ou menos acentuada às emoções despertadas por diferentes estímulos”, acrescenta. 

Uma das explicações para isso pode estar nos hormônios, como a adrenalina, cortisol e prolactina, produzidos em momentos de estresse, que potencializam o estado inflamatório do tecido cutâneo, fazendo com que as células tenham longevidade e atividade diminuídas. “O resultado é a aceleração do envelhecimento biológico, com o surgimento precoce de linhas de expressão e rugas e o desenvolvimento de doenças cutâneas como a rosácea. A maior liberação de adrenalina causa menor reparação aos danos ao DNA celular pelo processo de envelhecimento”, diz a médica. 

Segundo a especialista, o estresse emocional está relacionado à redução dos mecanismos de adaptação ao estresse  oxidativo – causado por agressores ambientais e hábitos como a má alimentação e o cigarro -, aumentando a geração de radicais livres que também acentuam o envelhecimento da pele. Estudos também apontam que o estresse aumenta a produção natural dos corticoides, facilitando a atrofia da pele e a perda de colágeno. 

“Ocorre também um déficit na circulação, acelerando o envelhecimento que culmina com a queda da imunidade da pele e sua capacidade de reparo e barreira, o que potencializa a ação dos agressores externos”, salienta. 

Cuidados e orientações

Diante de todo esse cenário e sabendo que, por enquanto, não há perspectivas de que a vida volte tão logo a ser como era antes, a melhor forma de os dermatologistas ajudarem os pacientes é indicando uma rotina de cuidados que conte com produtos suaves e menos abrasivos, em um momento em que a pele precisa de uma atenção extra. 

“É fundamental reforçar a hidratação diária da pele, a fim de restaurar e manter o equilíbrio fisiológico da barreira cutânea. Devem ser utilizados produtos de higiene suaves, com pH entre 4,5 a 5,5, e produtos cosméticos fáceis de espalhar, que não sejam muito espessos. Os produtos devem ser não irritantes e com uma ação ao mesmo tempo emoliente, regeneradora, calmante, anti-inflamatória e descongestionante. Estes cosméticos aumentam muito o grau de tolerância da pele reativa, dando mais conforto, em curto e longo prazo, e melhorando a qualidade de vida”, indica a Dra. Roberta.

A SBD orienta aos profissionais dermatologistas que abordem nas consultas tanto as questões da pele quanto o psiquismo dos pacientes que o procuram, desenvolvendo a melhor relação médico-paciente com empatia e acolhimento, oferecendo terapias complementares e indicando, em alguns casos, o aconselhamento psicológico. Recomendar aos pacientes o investimento em bons hábitos que ajudam a reduzir o estresse e prevenir alterações na pele, como atividades físicas e alimentação saudável, também é uma prática bem-vinda, agora e em todos os momentos.

No portfólio da Ensofill há uma série de produtos específicos para a hidratação e cuidados completos com a pele. Consulte as nossas opções e fale com os nossos representantes para equipar o seu consultório com itens de qualidade.

Crédito da imagem: alvarez – iStock

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *