Ácido retinoico e os benefícios para a pele dos seus pacientes

Quer saber mais sobre o uso do ácido retinoico e seus benefícios para a pele? A Ensofill entrevistou a Dra. Juliana Toma*, médica dermatologista, com formação e residência médica em Dermatologia na Escola Paulista de Medicina – UNIFESP (Universidade Federal em São Paulo), que nos deu mais detalhes sobre o ativo. Aproveite!

Ensofill: o que é o ácido retinóico?

Dra. Juliana Toma: o ácido retinoico é essencialmente um derivado da vitamina A, um dos principais nutrientes do corpo para aumentar a renovação celular. O uso tópico da vitamina A pode ajudar na melhora da aparência das rugas associadas ao processo natural de envelhecimento.

O ácido retinóico provoca uma descamação na pele, fazendo uma limpeza, retirando células velhas, causando um efeito de renovação celular ao melhorar rugas finas, textura da pele, manchas e sardas.

Ensofill: quais as funcionalidades do ácido retinóico quando o assunto são os cuidados com a pele?

Dra. Juliana Toma: o ácido retinóico é utilizado em produtos para a pele, pois ajuda a promover a renovação, clarear o tom, reduzir a acne e aumentar a produção de colágeno para diminuir a flacidez. O ácido retinoico também estimula a produção de novos vasos sanguíneos na pele, melhorando sua coloração. Os benefícios adicionais incluem suavização de manchas senis e de manchas ásperas.

Ensofill: como essa substância atua na pele?

Dra. Juliana Toma: os retinoides são importantes moléculas que atuam no crescimento celular, desenvolvimento e maturação das células epiteliais, apoptose e função imunológica. Também é essencial para a função visual. Retinoides, como o ácido retinoico, ajudam a transformar os tipos de células do perfil proliferativo para de maturação, induzindo diferenciação.

Ensofill: qual a melhor maneira de usar o ácido retinoico no dia dia do consultório?

Dra. Juliana Toma: o uso geralmente é na forma de creme, a noite, após o uso de hidratantes. Pela manhã, é importante lembrar o paciente de lavar bem o rosto para tirar o resto do produto e passar protetor solar. No início, em alguns tipos de pele, existe a possibilidade de descamar bastante. Assim, pode-se intercalar o uso, 1 a 2 vezes na semana, aumentando progressivamente até usar diariamente.

Ensofill: existem contraindicações para o uso do ácido retinoico? 

Dra. Juliana Toma: o ativo não deve ser aplicado em gestantes, pois pode afetar o desenvolvimento do bebê. Se a paciente estiver fazendo o tratamento e descobrir que está grávida, é necessário parar imediatamente e consultar o médico. 

Além disso, não é indicado durante a amamentação e, também, deve ser suspenso ao tomar sol ou ir a praia. Ao realizar processos abrasivos como peeling ou laser, não usar o ácido retinoico, pois pode piorar a irritação na pele e causar outras lesões. Mas, vale lembrar que pode ser utilizado junto com botox ou preenchedores.

Ensofill: quais as recomendações para o uso da substância pelos pacientes em casa?

Dra. Juliana Toma: existem várias concentrações, variando de 0,01 a 0,1% para aplicação em casa. Nos consultórios, utilizamos concentrações maiores para peelings. Mas, após o uso, não pode se esquecer do protetor solar. É importante ainda orientar os clientes para hidratarem bem a pele, principalmente quando descamar bastante. A descamação tende a melhorar com o tempo.

Fique sempre de olho no nosso blog para manter-se atualizado sobre os principais temas do mercado de dermatologia. 

*Dra Juliana também possui pós-graduação em Oncologia Cutânea – Hospital Sírio Libanês e Fellowship em tricologia – Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *